hormoniosas

1.5.09

Instabilizando os hormônios

É necessário. Extremamente necessário...
E recomendo.
Hoje eu vou lá, ver Wolverine... mas na verdade mesmo, vou ver o Hugh... Gente!
Pois que é necessário instabilizar os hormônios.

24.4.09

MAKIN OF

13/abril
Manas!!!
O deputado do PDT, João Hermann, que foi encontrado morto na piscina... lembram dele?
Foi aquele que deu o maior ibope lá no Hormoniosas sobre a questã da crase.
Jesus, socorro!
Valentina

17.4.09

Que bagunça

Vamos já pegar o aspirador, meninas.

16.4.09

ATENÇÃO

Cambio...
*
Testando...


*


*
Aqui é Amelie... Amelie Pulante...
*
Muita calma nesta hora...


Estamos preparando o mutirão para limpar a casa.
Aí recomeçaremos de verdade.
*
*
Besitos no más!

teste

teste... Caceta, isso aqui tá uma bagunça dos infernos.

17.2.06

So Long Farewell

Ah... é pra cantar? Então tá, vamos lá!

Em algum lugar da Austria, mas precisamente, Salzburg...

Image hosting by Photobucket

Valentina is singing
Image hosting by Photobucket There's a sad sort of clanging from the clock in the hall
And the bells in the steeple too
And up in the nursery an absurd little bird
Is poping out to say cuckoo

Rubya sings so sweet

Image hosting by Photobucket Cuckoo, cuckoo
Regretfully they tell us
But firmly they compel us
To say goodbye
To you...
So long, farewell, auf Wiedersehen, good night

Now, Amelie

Image hosting by Photobucket I hate to go and leave this pretty sight
So long, farewell, auf Wiedersehen, adieu

Sorella untied the voice

Image hosting by Photobucket Adieu, adieu, to yieu and yieu and yieu
So long, farewell, au revoir, auf wiedersehen

Callas with emotion

Image hosting by Photobucket Liesl
I'd like to stay and taste my first champagne
Yes?

Valentina
No!
So long, farewell, auf Wiedersehen, good bye

Sorella
I leave and heave a sigh and say good bye
Goodbye...

Amelie
I'm glad to go, I cannot tell a lie

Rubya
I flit, I float, I fleetly flee, I fly

Callas
The sun has gone to bed and so must I
So long, farewell, auf Wiedersehen, good bye


Image hosting by Photobucket

Everybody
Image hosting by Photobucket
Good bye, good bye, good bye...

Image hosting by Photobucket

16.2.06

Começo, meio e fim



Em nome das Hormoniosas, estou aqui para agradecer a companhia e participação de todos durante o tempo de nossa curta, mas deliciosa experiência.
Lembro-me, como se fosse ontem, da euforia que vivemos para fazer o Hormoniosas: a escolha do nome, layout, template, epígrafe... seríamos nós mesmas ou criaríamos personagens com novas identidades? Publicaríamos nossas fotos?

Segredinho: nunca nos mostramos porque somos muito humildes e altruístas. Odiaríamos ver a ex-Gisele di Carprio e a Ana Hickman definhando ou tentando o suicídio.

Vocês não sabem o trabalhão que foi para selecionar fotos, textos, nomes. Afinal, estamos em regiões geograficamente distintas: Rio, São Paulo, Paraná e Distrito Federal.

Decidido que seríamos ficção, fomos atrás do Adão, o Iturusgarai, para fazer a charge dos nossos desenhos... foi um longo namoro, até ele bater o martelo e dizer sim. Contudo, nos informou que todas teríamos a cara da Aline, o que mudaria seria a cor dos cabelos. Aí pensamos melhor e declinamos do acordo (cá entre nós, economizamos uns bons cobres... hahaha).
Obrigada, Adão, pela paciência :)

Aí surgiu, pelas mãos da Rubya, a doce e linda Carmela. Ela foi a responsável pelo nosso template e de quebra, ainda me ajudou lá no Glossolalias.
Obrigada, docinho!

De todas, eu sempre fui a mais resistente à idéia de ter um blogue e, por ironia do destino, hoje estou participando de quatro, três deles mais efetivamente! Coisa de doido, minha gente!

Bem, como vocês bem notaram, estes posts anteriores foram uma preparação para a despedida.
Nos reunimos e decidimos pacificamente que o Hormoniosas já havia cumprido a sua missão: passamos do papo mulherzinha até onde foi possível chegarmos.

Sinto o fim do nosso blogue, eu disse isso para as manas, como a conclusão de uma graduação. Hoje vivemos o dia do grande baile, vestidos bonitos, orgulho, tudo lindo, mas também uma saudadezinha de saber que nossos caminhos vão tomar rumos próprios, diferentes um dos outros. Há um pouco de medo nisso, mas há muito de desafiante.

Mas como uma boa turma de faculdade, nos reuniremos anualmente para o baile da saudade, não é garotas? ;o)

Essas meninas são ouro, gente! Sabem aquelas pessoas especiais que a vida nos reserva? Pura delicadeza do destino!
Bem, é isso aí.
Nada de tristezas. Estamos felizes pelos bons amigos que fizemos por aqui. Nem vou citar porque sei que vou fazer feio ao esquecer algum nome e eu não quero ser injusta.

Antes de fecharmos o cafofo, vou informar nossos paradeiros, caso vocês queiram manter o contato:


Amélie está indo para o alto Xingu estudar as comunidades indígenas e seus hábitos, mas como não é boba nem nada, vai levar seu poderoso Sweet Poison para encantar.

Callas finalmente teve seu Código de Paquetá publicado e agora está ensandecida com a quantidade de convites das celebridades para que ela os agencie. Inclusive Mick Jagger, vulgo maracujá velho de gaveta, e o Bono Vox ficarão uma semana na ilha sob os cuidados militares de nossa musa.

Rubya candidatou-se para ir ao espaço fazer pesquisas sobre o mais novo planeta descoberto em nosso sistema solar. Claro que nada é de graça, nem o pão nem a cachaça, já disse Zeca, o baleiro, então seu pagamento virá em forma de patrocínio para pesquisas envolvendo os novos tons ruivos da sua linha cosmética.

Bionda ruma para Paris, onde ficará alguns anos ensinando aos melhores chefs, o preparo dos molhos exóticos para miojo. Seus trunfos são o sabor lagosta marinada e faisão dourado da Mongólia.

Eu, essa figura absoluta que vos escreve, estacionarei no nirvana por tempo indeterminado. Vocês não sabem a trabalheira que é ficar viajando por tantos planos astrais, a fim de edificar a alma humana e equilibrar os chacras do mundo. Uia!

Arquivo do blog